Não é preciso ser nenhum gênio do marketing para saber que as vitrines possuem uma importância significativa nos pontos de venda. Elas atraem a atenção das pessoas por exibirem alguns dos principais produtos das lojas, despertando desejo. Além disso, vitrines de vidro bem elaboradas acabam também por se tornar parte da decoração das lojas, podendo torná-las mais modernas e sofisticadas.

Seleção

Apesar de toda essa importância, é preciso ter em mente que a vitrine é um meio de expor apenas alguns itens da loja para aguçar a curiosidade de quem passa. Ela não deve ser um catálogo completo, pois o excesso de itens em exposição gera poluição visual, além do fato de que nenhum dos produtos vai adquirir destaque. Por conta disso, a dica é selecionar os produtos em categorias, priorizando as novidades e lançamentos. Para lojas de roupas, especificamente, é interessante montar looks completos, de modo que o consumidor seja estimulado a comprar itens associados que combinem, ao invés de adquirir apenas um produto.

Frequência de troca

É essencial que as vitrines sejam atualizadas de tempos em tempos, com o objetivo de mantê-las relevantes e que ofereçam novidades aos consumidores. Com isso em mente, muitas proprietários de lojas têm dúvidas acerca da frequência com a qual devem realizar as modificações. Para facilitar esse processo, é preciso esclarecer que há frequências diferentes para a troca do material cenográfico e para a troca dos produtos em exibição.

Material cenográfico

Para trocar a cenografia, isto é, a decoração da vitrine (envolvendo fundos, iluminação etc), é recomendável que o período de exibição varie de 15 dias a cinco meses, período máximo de vigência das coleções. Além disso, muitas lojas apostam na sazonalidade, isto é, nas datas comemorativas, como dia das mães, dia dos pais, natal, entre outros. Para esses casos, a recomendação é de que a decoração temática não permaneça mais do que trinta dias na vitrine, sempre num período anterior à data em questão, nem um só dia depois.

Com que frequência devo atualizar minha vitrine?

Produtos

Para as trocas dos produtos em exposição, recomenda-se que os itens fiquem pelo menos três dias nas vitrines, mas sem exceder o período de 15 dias. Em menos de três dias, configura-se um período muito curto para avaliar os efeitos da exibição do item, já que a chance de poucas pessoas terem-no visto é grande. Por outro lado, quando os produtos ficam “esquecidos” nas vitrines em períodos superiores a 15 dias, eles podem ficar danificados, além de deixar de ser novidade. Quando o consumidor se acostuma com determinado produto na vitrine, ele tende a ignorá-la, o que não é vantajoso para a loja.

Assim, fique atento à frequência de atualização das vitrines de sua loja e use-as a favor dos negócios. Elas são excelentes ferramenta para conquistar novos clientes.