Na medida em que a concentração de habitantes nas cidades começou a aumentar vertiginosamente na Europa e no resto do mundo foi cada vez mais necessário criar centros de venda de alimentos em larga escala que pudessem em suas gondolas de ferro prover toda essa massa humana dos produtos que necessitavam. Um dos exemplos mais conhecidos e menos explicados ao público é o nascimento do Carrefour, o inventor da ideia de hipermercado.

Gôndolas de Madeiras Gôndolas de Madeiras

Como sempre a França é revolucionária

Fundada em 1959 na França essa empresa é fruto da união de duas famílias de comerciantes, Fournier e Defforey, comandadas por Marcel Fournier e Denis Defforey,  respectivamente. Realizada a parceria entre essas duas famílias, cria-se o CARREFOUR. Logo no ano seguinte, a parceria implantou seu primeiro supermercado na cidade francesa de Parmelan, na região da Haute-Savoie. O exito foi imediato, levando a empresa a criar em 15 de junho de 1963, um novo conceito de armazéns, o hipermercado, com 2.500 metros quadrados de gondolas na área de vendas e 400 vagas para estacionamento, que abriu suas portas na cidade de Sainte-Geneviéve-Des-Bois, próxima de Paris.

A globalização e a urbanização criam um novo tipo de cidadão

A qualidade mais inovadora desse empreendimento foi o autosserviço e visava com o objetivo suprir as necessidades de um novo tipo de consumidor que surgia na Europa. A receptividade do público e a ampliação das vendas levaram o CARREFOUR a abrir outras unidades na França e em outros países europeus, começando pela Bélgica em 1969 e Espanha em 1973, com o primeiro hipermercado Pryca. No decorrer dos anos seguintes introduziu muitas inovações no mercado como os “produtos livres“ produtos sem marcas, mas “também bons e mais baratos“, em 1976; e implementar os famosos grandes descontos em suas lojas.

Além desse tipo de inovação a empresa expande seu leque de serviços; introdução de seu próprio cartão de pagamento, o The Pass Card, em 1981; a introdução do Seguros Carrefour em 1984; e os produtos com a marca CARREFOUR em 1985.

Expansão da marca

Seguindo sua trilha de sucesso o CARREFOUR se tornou o primeiro varejista mundial a entrar no mercado asiático por meio de uma parceria com a empresa Uni President Enterprises Corporation, estabelecendo lojas em Taiwan. O experimento serviu como base para a abertura de outras lojas em países do continente, tais como Malásia, China, Tailândia e Indonésia.

No ano de 1999, o CARREFOUR e o grupo Promódes se fundem desenvolvendo a maior rede varejista alimentícia da Europa e a segunda maior do mundo. Nesse mesmo ano o grupo comprou mais de oitenta supermercados no Brasil. Em 2000 inaugurou seu primeiro hipermercado no Japão e ainda enveredou-se no comércio on-line.

Curiosidade

A palavra CARREFOUR (pronunci-se como “carfúr” em francês) significa “cruzamento”. Na verdade, o seu logotipo e nome dizem respeito à sua origem. A primeira loja da empresa foi aberta perto de um cruzamento que em Francês é “Carrefour”. O logotipo consiste de duas setas, simulando essa encruzilhada, e suas cores; vermelho, branco e azul representam as cores da bandeira francesa. Deste modo atribuíram um “C” dentro do losango, isto mesmo um “C” e “formou o útil ao agradável. Ou seja, as bandeiras da França em losango, as cores inversas vermelho branco e azul, e no meio o “C”.

Esse tipo de história nos faz suscitar como em meio a gondolas de ferro pode estar escondida a chave para o sucesso mundial.