O comércio de joias, semijoias e bijuterias tem apresentado crescimento constante nos últimos anos, e a tendência é que esse setor continue progredindo. Esse tipo de acessório é utilizado desde as primeiras civilizações e, até hoje, as pessoas gostam de utilizar adornos. Possuir um estabelecimento destinado à venda destes itens pode ser um negócio bastante rentável, porém, alguns cuidados no ponto de venda precisam ser tomados.

Dicas de exposição para joias e bijuterias

Localização

Shoppings, centros comerciais ou mesmo ruas de bairros são possíveis pontos de instalação de lojas de joias. Para realizar essa escolha, é fundamental verificar a existência de um público em potencial na região, levando em consideração a proximidade e o poder aquisitivo. Como estes itens são de alto valor, segurança nos arredores é essencial.

Vitrine

Tanto quanto as lojas de roupas, as joalherias precisam de vitrines atraentes. Boa parte das decisões dos consumidores de entrarem nas lojas deriva de uma vitrine atraente e criativa. A dica é selecionar as melhores peças, ou os lançamentos da temporada, e colocá-los em exposição. Os cuidados com vitrinismo são fundamentais, por isso, mantenha as vitrines sempre limpas e atualize as peças em exposição de tempos em tempos. Evite colocar produtos em excesso, pois as joias já chamam a atenção por sua natureza, e exageros cansam a vista de quem passa.

Expositores

Ao expor as joias, leve em consideração o fato de que há uma série de objetos que podem desempenhar essa função. Nos mesmos moldes das vitrines, um bom balcão de vidro é bastante eficiente para que as pessoas visualizem aquilo que desejam. Além dos balcões e das vitrines, há expositores específicos para anéis e pulseiras, além de caixinhas transparentes de joias, bandejas e stands personalizados em acrílico e bustos expositores de colares. Lembre-se que, embora haja expositores cada vez mais bonitos e sofisticados, eles nunca devem aparecer mais do que o item em exposição.

Decoração e Iluminação

Na hora de escolher os elementos decorativos, tenha sempre em mente que as joias são objetos que reluzem por natureza e são elas as protagonistas da loja. Por conta disso, a decoração deve ser projetada com a discrição e a sofisticação que esse setor exige. Além disso, tão importante quanto a decoração é a iluminação do ambiente. A correta escolha das luminárias, assim como seu adequado posicionamento, são fatores decisivos para destacar os itens à venda. A loja, como um todo, se beneficia de um projeto luminotécnico eficiente e se torna mais atraente ao olhar do público.

Profissionais qualificados

Assim como a qualidade dos produtos, a qualidade do serviço também deve ser levada em conta. Um bom atendimento, atencioso e prestativo, faz toda a diferença e influencia consideravelmente nas decisões de compra. Por isso, é essencial contar com uma equipe qualificada e bem treinada, com habilidades para orientar o consumidor de forma educada e gentil. Além disso, os vendedores devem estar bem informados quanto às joias comercializadas, de modo que possam tirar dúvidas e dar sugestões aos clientes, conforme seus gostos e preferências.