Que o mercado da moda é bastante variado é uma verdade. As araras, cabides, e expositores têm espaço para toda uma série de modas, desde o street wear até hippie chic.  Realmente são novos tempos. E esses novos tempos criam novas mulheres. Ou será o contrário? Uma dessas novas mulheres é a cantora Julia Bosco que por anos buscou seguir os padrões estéticos definidos para a mulher, sobretudo a magreza, até que finalmente resolveu se aceitar. Essa aceitação de si levou a libertação e está a identificação com outras mulheres plus size como ela. Essa identificação evoluiu para ponto de desenhar a coleção a “Plus Love”.

Como ela várias mulheres têm estão nessa busca. E isso tem criado um novo mercado. Um mercado que cresce a cada dia e que exige conhecimento e recursos para preparar seu negócio. Conhecimento mostramos um pouco neste artigo e os recursos, araras, gôndolas, balcões, expositores, vitrines, prateleiras e outros, você encontra em nossa loja.

Araras

Eventos nacionais e internacionais

No dia 26/10/2016 um projeto nigeriano de trajes plus size foi literalmente aplaudido de pé, ao apresentar a sua primeira coleção de roupas masculinas e femininas na Lagos Fashion and Design Week. Essa notícia demarca que esse segmento da moda tem ocupado espaços antes reservados à moda tradicional.

Um exemplo desse tipo de ocupação são as treze candidatas irão disputar o título de mais bela sinopense, cujo manequim será a partir de 44, dia 15/12/2016. As modelos têm idades entre 19 e 40 anos e pesam acima de 80 kg. Segundo a organizadora do evento, Andreia Gonçalves, o Miss Sinop Plus Size tem a meta de dar valor a beleza feminina e resgatar a autoestima da mulher sinopense, independente de peso ou manequim.  O Pop Plus evento que está se tornando uma tradição, ocorre nos dias 3 e 4 de dezembro e promete exibir ao público as tendências do segmento para o verão.

Uma moda mais alegre para pessoas que querem brilhar

Outro evento desse mercado é o Pop Plus que mostra a moda deste mercado deste. Iniciado com apenas oito marcas, agora são mais de cinquenta. Na edição de setembro, quase de 5.000 pessoas compareceram ao evento. Roupas, calçados, acessórios, lingerie, moda praia e fitness, tanto feminina quanto masculina dedicada a quem veste acima do manequim 46 e procura modelagens modernas, estampas atuais e repletas de estilo.

Organizado pela jornalista Flávia Durante, diretora da Cena Pop Eventos Criativos, em parceria com a Art Shine Promoções e Eventos, a feira plus size cresceu 625% em quantidade de expositores nesses últimos quatro anos

Diversidade é um mercado que merece ser expandido, por ser rentável

Percebendo o apelo desse mercado, a Chica Bolacha de Porto Alegre criada em idos de 2000 adaptou suas coleções, alegres, alternativas e coloridas para atender esse mercado tão esquecido. No começo a modelagem e sua discussão não eram o centro da questão da marca, porém com o tempo as donas perceberam que não atendiam uma parcela substancial do mercado, que queria consumir suas roupas, mas que não encontrava tamanhos compatíveis. Tal astúcia foi fundamental para concretizar o novo conceito da Chica Bolacha: uma marca, com uma identidade muito sua e que produz roupa para todos os tipos de mulheres.

“Toda mulher, gorda ou magra, deveria poder usar a roupa que quisesse”. Partindo dessa máxima, a gaúcha de Porto Alegre, Thayná Cândido, 32, criou a Chica Bolacha, uma marca de moda feminina que não se restringe ao plus size, e sim como all sizes. A loja comercializa sete modelagens, que vão do manequim P (38/40) ao 5G (58/60).